Tic-Tac

Translate

domingo, 24 de julho de 2016

Puxa! Lembram do BOLSILIVROS?



Pois eu me lembro muito bem! E conversando com o Al (meus esposo) trocamos historias do tempo que nossa leitura eram esses pequenos e fantásticos livros! Foi um tempo que eu li muito. Não sei dizer em que ano ou por quanto tempo eu os li. Naquele tempo  para mim, toda fantasia da face da terra se concentrava naquele livro tão pequeno, com um papel tão amarelado e com histórias bem fáceis de serem lidas!






Revisitando a galeria da minha memoria, fui levada para estudar e rever o que a internet tem para que eu pudesse reviver.
Caso desejem saber mais , confiram o que eu consegui:
Vi serem ainda comercializados no mercado livre :http://colecoes.mercadolivre.com.br/hqs-e-mangas/lote-de-bolsilivros-fbi , isso sem contar os sebos nas cidades por todo país.
Nesse outor endereço há materia sobre eles: http://tonyfernandespegasus.blogspot.com.br/2015/08/a-era-dos-pocket-books-bolsilivros-no.html .




 Minha mãe lia os bolsilivros de faroeste.
Já eu amava os de Giselle. Li muitos e muitos, erá algo maravilhoso para minha fase de idade.
Ainda hoje olho as capas e recordo o contexto.
E vocês?
Tal alguma boa recordação da era dos bolsilivros?
Bjins entre sonhos, delírios e ótimas recordações.
Catiaho Alc.
19192407016

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Com Gostinho de ESTRÉIA: assim surge esse novo Blog Parceria&Poesia ou Vice&Versa, com um objetivo sólido mostrado aos poucos com calma e com muito da minha alegria de viver . Catiaho Alc.



Desde menina eu gosto muito de ler.











Não sei se posso atribuir esse meu gosto ao ver minha mãe lendo em horas variadas do dia, isso durante toda minha infância, na minha adolescência ela já não lia mais.
Lembro de vê-la  lendo revistas com fotonovelas, livros de bolso (bolsilivros) de faroeste e romance.

                                   

Mas na verdade não lembro dela me mostrar nada disso. Ela simplesmente lia.
Já meu pai, nunca vi lendo nada, aliás vi sim, ele lia desesperadamente vários jornais em dia de semana quando procurava emprego  e aos domingos ele comprava o jornal"O Dia". Lembro bem: aos domingos apos o café da manhã ele deixava eu e meus irmãos escolhermos nossa parte preferida do jornal.         
 Eu escolhia os quadrinhos, charges e obituários, serio! eu achava o máximo essa parte e ainda acho.
 Depois quando fui para a escola eu desandei a ler. Lia de tudo: Meu pé de laranja lima,
Olhai os lírios do campo, Vidas Secas e por ai...  O tronco do Ipê,
 Menino de Asas, Escaravelho do diabo, O caso da Borboleta Atíria...


 

                                                       




                                                                                                         

 Por toda minha vida escolar eu ia para a biblioteca da escola e lia até a hora de voltar para casa;  levava livros para ler em casa sempre e também levava para ler por todo tempo de férias.

 De meu pai eu tenho lembrança dele comprar pelo menos livro pra mim e em especial esse de de nome" A breve retórica da história." Livro esse que ainda tenho comigo em uso há 37 anos.
Quando não tinha nada para ler em casa eu relia os livros da escola e papeis que encontrasse na casa.



 Li os livros da minha mãe sempre escondido. Foi assim que descobri não gostar de ler nada de faroeste. Mais tarde e sozinha descobri os livros de espionagem Gisele e depois os romances chamados por mim  de romances vagabundo e eu adoro!
   


Mas  realmente  me marcou foi quando um escritor foi na escola aonde eu estudava, o livro tem uma capa azul e tem o nome de Bola de Gude. Falar com o autor ouvi-lo discorrer sobre o teor do livro, ter seu autógrafo  fez e faz e sempre fará toda diferença na minha vida e na minha relação com a minha escrita e com leitura em geral
 

Hoje eu leio por prazer.
Leio por trabalho, pois como editora e organizadora tenho muitos originais para absorver.
Mas na verdade eu não preciso de um motivo para ler, me faz bem. 
Já claramente duvidaram que eu consiga ler em meio a barulho e movimentação ao meu redor.
-Mas eu consigo, minha concentração é fantástica..
Já duvidaram  da minha capacidade de  ler mais de 1 livro ao mesmo tempo.
-Mas eu consigo sim,  leio até 3 livros ao mesmo tempo (no mesmo período, não na mesma hora).
Já me criticaram quando eu digo não ler nada por algum tempo.
-É verdade, assim sim, passou tempos( as vezes meses) sem ler 1 livro por lazer sequer.
Já na forma digital eu somente leio livros se não tiver mesmo como ler em papel.
Amo ler na forma livro em papel, gosto do manuseio, gosto do cheiro!
Já finalizando, eu amo LER na tela do celular, na tela do meu not book ou em qualquer tela;
 blogs e blogs e blogs:
Blogs seguidores  de minhas variadas paginas.
Blogs seguidos por mim mesmo sem me seguirem.
Blogs novos e até
Blogs abandonados por seus criadores há algum bom tempo.
Uma vez a minha neta Ana Clara após um passeio a uma cachoeira daqui de Pasargada
-Minha filha você prefere piscina, cachoeira ou mar?
Ela com a simplicidade de toda criança respondeu:
-Água vó, água vó. Eu gosto de água!
E eu afirmo com todas as letras:
 Eu gosto mesmo é de ler e de escrever minha gente!
Assim nasce hoje esse novo Blog Parceria&Poesia ou Vice&Versa, com um objetivo sólido
mostrado aos poucos com calma e muita alegria.
Catiaho Alc.
Primeira postagem.


Copyright©Parceria&PoesiaouVice&Versa0415015